sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Casamento arranjado

Na India a tradição do casamento arranjado ainda é muito presente.
Pode parecer algo totalmente ultrapassado para nós. Um absurdo para alguns.
A família é algo de extrema importância para os indianos e, claro, para constituirmos uma família precisamos nos casar, ter filhos e assim por diante.

Vamos imaginar duas diferentes situações:

Situação 1
Um rapaz, 28 pra 30 anos de idade, sem namorada. A familia cobrando que eles está na idade de casar. Ele pensa bem e acha que realmente está na hora de casar. Não encontrou a pessoa ideal ainda mas acha que deve encontrá-la logo então resolve contar a seus pais que pretende se casar logo, porém falta a noiva. Começam então a fazer anúncios em jornais, colocar o perfil em sites de casamento procurando alguem com as mesmas caracteristicas, mesma casta, mesmas tradições. Recebem propostas, analisam a biodata da pretendente pra saber se combina (astrologicamente) com o rapaz. Está tudo certo? Então hora de conhecer a pretendente e sua familia. Teve quimica? A familia é boa? todos se deram bem? Otimo. Casamento marcado.

Situação 2
Um rapaz, 28 pra 30 anos de idade, namorando (sem conhecimento dos pais). A familia cobrando que está na idade de casar. Ele com medo pois não sabe a reação da familia se souber que ele tem namorada e que quer casar com essa namorada já que esta não é da mesma casta ou não é da mesma religião, ou não segue todas as tradições iguais a familia dele. Decide se casar e conta de sua paixão pela namorada. A família, como esperado, é contra. Não aceita o casamento. Diz que a paixão é algo passageiro e que o amor vem com o tempo. Começam então a fazer anúncios em jornais, colocar o perfil em sites de casamento procurando alguem com as mesmas caracteristicas, mesma casta, mesmas tradições. Recebem propostas, analisam a biodata da pretendente pra saber se combina (astrologicamente) com o rapaz. Está tudo certo? Então hora de conhecer a pretendente e sua familia. A familia é boa? Otimo, casamento marcado.

Então pergunto a vocês. O casamento arranjado é errado? Temos duas situações totalmente distintas. Mas ao mesmo tempo muito parecidas.

Gostaria da opinião de vocês sobre isso.
Vocês concordam com alguma dessas situações?
Vocês concordam que o amor vem com o tempo? A paixão é passageira? Será que conseguimos ignorar uma paixão?

20 comentários:

sheila alvarenga gogoi disse...

Concordo com algumas coisas e discordo de outras. Acho que o casamento só deveria ser arranjado caso o rapaz já esteja ficando "velho" e não tenha arrumado ninguem (veja bem, concordo com isso aí na India apenas,não para indianos morando em outros países!!!)
Agora, claro q se ele tem uma namorada e a ama, tem mais é que ficar com ela, independente de casta, nacionalidade, idade etc, pq o AMOR é o que importa sim,e se os dois estão apaixonados devem se esforçar para superar as diferenças e ter um relacionamento feliz! No meu caso, a familia dele de inicio foi contra, mas graças a Deus ele não desistiu e hj em dia já se acostumaram comigo. No final das contas, o que importa é a felicidade dos filhos, e pode demorar, mas a maioria das familias acaba aceitando um casamento não convencional para os padrões deles.
Por isso que eu digo que se o seu pretendente indiano ficar com vergonha ou medo da familia e ficar te enrolando, MANDA PASTAR LOGO e vai procurar um cara que não seja frouxo!!! Os inúmeros exemplos aqui de brasileiras casadas com indianos nos mostram que não é nenhum bicho de 7 cabeças como alguns dizem!
Bjos!

sheila alvarenga gogoi disse...

Ah sim, e só concordo com o casamento arranjado se o próprio rapaz quiser isso! Conheço alguns que querem,tenho um amigo tamil que já pediu p mãe escolher a noiva dele...
Agora, se o rapaz não quer, claro que eu discordo veementemente de casamento arranjado!

Anônimo disse...

Ju, em qual situação o seu casamento se enquadra? O que vc acharia se a família dele não tivesse concordado??? e ele mesmo gostando de vc tivesse que casar com outra??? Enfim, acho que casamento é algo que diz respeito só as partes interessadas independente de cor,credo, casta ou seja lá que diferença houver.
Abç. Verônica.

ju disse...

Bom Veronica,
O meu casamento não se enquadra em nenhuma das situações pois não foi um casamento arranjado.
E na India as partes interessadas como voce diz inclui a familia, ou melhor a família é a parte mais interessada. Primeiro vem a familia, depois vem o casal.

sheila alvarenga gogoi disse...

Por isso que eu ODEIO as famílias indianas. Haja hipocrisia!!!

Nano Costa disse...

Show seu blog sobre a Índia, muito legal tê-lo encontrado...
se me permite, posso cria um link ao meu?

giseli disse...

acredito q primeiro nos apaixonamos sim e conforme iremos conhecendo se torna amor ,o arranjado pode dar certo se ele nao estiver com outra pessoa na cabeça,caso contrário nao adianta,só conseguimos esquecer alguem com outra pessoa desde que essa pessoa tenha terminado e magoado muito ai pode dar certo ,ou no caso q ele esteja livre ...bjss

Joana Potira disse...

Pois é...

Situação um tanto complicada...

Depende de que ponto de vista iremos pensar...

Do ponto de vista do rapaz, da família, da possível namorada, da futura esposa arranjada...


Pode ser que eu esteja falando alguma insanidade, mas eu acredito no amor, independente de como ele chegar até você...

Não dizem que cada caso é um caso?

Para mim, nunca seria através de um casamento arranjado, mas eu não sei como seria para as outras pessoas...

Anônimo disse...

Eu me enquadro na situação dois, ele é Indiano sou Brasileira e ele já está morrendo de medo de contar a mãe, mas diz terminantemente que não quer casamento arranjado, nem que tenha que viver longe da família dele. A única coisa que me deixa triste, porque poderíamos ser uma só família, acho difícil, mas espero que me aceitem.

Stéfanie disse...

por mais parecidos sejam os 2 casos, temos situaçãoes completamente distintas. Na primeira o q dá para se notar é q o rapaz concorda com a decisão de uma noiva arrumada pelos pais. Pois já está na idade de casar e pretende aprender a gostar de uma pessoa desconhecida,msmu q eu ache q seja um poko dificil assim, conviver com uma pessoa q mal se conhece.
no segundo o rapaz tem q deixar uma pessoa q gosta, para se casar com uma pessoa q nao conhece só por causa da tradição da família, issu eu acho muuito cruel (pod se dizer assim), pondo no lugar dele, imagine ter q largar o seu amor .

chris disse...

Acho que para a sociedade India o casamento arranjado cai muito bem, eles vem vivenod isso por muitos anos, eu sou casada com um indiano de familia totalmente tradicional e nao foi facil no inicio eles aceitarem o casamento, mais agora esta todo mundo muito feliz.

nike dunk disse...

i think the archive you wirte is very good, but i think it will be better if you can say more..hehe,love your blog,,,

intelligence disse...

It seems different countries, different cultures, we really can decide things in the same understanding of the difference!
nike shoes

Maria do Carmo disse...

Tenho pensado muito neste tema - o amor e o casamento, sem qualquer conclusão sobre o assunto, exceto que deve ser muito pessoal.
Após conhecer recentemente a astrologia védica e ter ficado muito impressionada com a força deste oráculo, tenho pensado que provavelmente a força positiva da combinação energética e carmática pode mesmo levar a relacionamentos mais duradouros.
No mais, de forma geral, pelo que entendo, acho que depende muito da situação social, cultural de cada pessoa envolvida.

ilesor disse...

Oi Juliana !!Não conseguiria ter um casamento arranjado, o tempo de namorar é um tempo muito bom , é uma etapa assim como a paixão que nos faz vibrar. amor é algo que construímos ao longo da convivência e nisso eu concordo.Beijo amada

Anônimo disse...

Acho que pode ser sim uma boa idéia, pois algumas vezes a paixão nos faz fazer muitas besteiras .
Mas também pode ser que não seja só uma paixão, pode ser que seja amor de verdade, nunca se sabe. Mas eu acredito na frase: "Só nos arrependemos do que não fizemos".
Mas no geral não concordo, todos tem direito de namorar, terminar, casar, separar, em fim ... O direito de ir e vir!

Poonam Pratap disse...

Oi Juliana.
Obrigada por seu blog existir.
Amo um indiano, ainda não nos vimos, mas não é apenas uma paixão. Por ele posso dar todo o meu sangue. E todos os dias me pergunto, será que ele vai cair na situação 2? Será que ele vai desistir de mim? Sabe, não acho errado os casamentos arranjados, até mesmo porque sei que para eles funciona muito bem mas, se ele me ama e mesmo que seja uma paixão....isso estar se tornando amor...prá eles é fácil, é inclusive a filosofia deles, aprender a amar com o tempo. Sabe, ele ama desesperadamente os pais e embora seja um típico hindu, ele é contra castas e dote. Tô lendo tudo o encontro sobre a India (seguindo o seu conselho) e assim encontrei seu blog pq preciso desesperadamente saber: ele é mais novo que eu 10 anos, vem de boa familia, está fazendo pós graduação na propria india, nunca deu uma única contrariedade aos pais, pais que eu também não conheço mas que sonho tanto em chamá-los de mammy e dad! Eu, brasileira (Poonam é o nome que ele me deu, talvez porque eu estou tão longe quanto a lua, inalcansável) além de ser 10 anos mais velha, nunca fui casada legalmente, mas já tive outra relação e dessa relação tenho 3 filhos, todos já saindo da adolescencia, ou seja meu filho mais velho e ele têm uma diferença de 5 anos apenas....tenho procurado feito louca mas não vi nenhum caso como o meu....me pergunto se há esperança para nós, se o nosso caso será como o de outros, no começo a família não aceita mas depois...até sonho que se eles me conhecerem realmente eles poderão me amar pois amo tão intensamente o filho deles, posso ser tão boa esposa... ou se ele não terá coragem de enfrentá-los e acabará aceitando outra esposa, e se passará a amá-la, se dará o amor que é só meu, prá outra pessoa...sabe, choramos juntos quase todos os dias....mas eu disse a ele: "eu sou uma mulher corajosa, acredito que o amor pode vencer tudo, você pode acreditar nisso comigo? Então segure minha mão e não solte nunca mais". Ele disse que sim, que tinha que tentar...mas não quero pressioná-lo por que sei que ele ama os pais...até eu os amo, eles são os pais que eu nunca tive. As vezes me pergunto se não ele seria mais feliz sem mim...talvez seja melhor ele encontrar uma moça como os pais dele semple planejaram...se ele tiver que lutar por mim, tanta coisa pode acontecer, e o que mais quero é que ele seja feliz. Ele é minha alma...No fundo, o que penso e o que acho é que se os indianos começarem agora a quebrarem algumas tradições, não por desobediência, mas por amor....penso que o futuro pode ser diferente...Nunca me conformei com minha vida, sempre lutei pelo que eu quis...e como não lutar por quem se ama? Por quem pode te amar pelo resto da vida? Desculpem...abre meu coração publicamente...é q tá tão apertado, hj é natal....mas estou sozinha. Pela primeira vez ele me disse que desligaria o telefone...e me disse bye....como ele pode me dizer bye?? Ju...se puder me responda, gostaria tanto!
Muitas felicidades para seu casamento, eternamente. Grande abraço...Poonam...E Sheila, talvez vc tenha razão...ele tem medo...mas respeito isso....e o amo exatamente pelo que ele é e por ele me amar pelo que eu sou....

Anônimo disse...

oi juliana....queria muito sua opniao...ou quem sabe um conselho....
vi muitos comentarios..sobre mulheres que se apaixonaram por indianos...tenho 15 anos e a 2 meses estou conversando com um indiano..eu estou apaixonada por ele...mas sou muito nova ...para namorar...casar..ir para india...
eu sei que ele gosta de mim...e ele disse que virá em 2011 me ver ...mas o problema é que eu sou muito nova...socorro!!!
no seu caso ..foi muito mais facil...voce ja tinha idade para sair do pais...eu nao...será que é possivel eu me casar com um indiano?????reponda por favor

Sabrina disse...

oq eu faço ju? estou apaixonada por um indiano. n sei como agrada-lo,n oq ele n gosta,só sei q n paro d pensar nele... e agora? sua religião e costumes nos impede d alguma coisa??? por favor me responda... beijo ah! te add no msn... brinaqueiroz@hotmail.com

Poly disse...

Sou totalmente contra casamento arranjado. Acho que o casal pode até se acostumar um com o outro, mas talvez nunca vão saber o que é uma paixão. Um pai que arruma um casamento para um filho que está apaixonado por outra mulher não sabe ser pai de verdade, é um absurdo destruir um amor por puro preconceito.

veja também

Related Posts with Thumbnails

Sign by Danasoft - For Backgrounds and Layouts